Quem Somos

Apresentação

Ginástica cerebral: malhando os neurônios

 

Há 25 anos Tania Guerreiro criou a Oficina da Memória, um espaço para ativar e estimular a memória e outras funções do cérebro. A proposta do trabalho é contemplar as pessoas que buscam a prevenção dos transtornos de memória ligados à idade, atender aos que desejam fortalecer a capacidade de aprendizagem, assim como tratar os que já apresentam prejuízos cognitivos. No último caso, são realizadas inicialmente entrevistas com a equipe a fim de definir o programa de trabalho a ser desenvolvido.

 

As oficinas exercitam a atenção, a concentração, a percepção, os vários tipos de memória, o raciocínio e tantas outras capacidades importantes para otimização dos recursos cerebrais. O trabalho, que possui um caráter preventivo, no início foi criado para atender aos mais velhos e hoje é procurado por pessoas de todas as idades.

 

O clima de humor e respeito que se estabelece entre os participantes evita que a ansiedade e a inibição prejudiquem os resultados. Aprender a rir das próprias dificuldades é um ótimo remédio e, ainda, um desafio do trabalho! Durante as oficinas, descobre-se como melhor utilizar a própria capacidade e a desenvolver estratégias para driblar os lapsos do cotidiano.

 

Os trabalhos ajudam a resgatar a autoconfiança, o que é muito importante, pois as interferências emocionais e sociais favorecem o estresse que prejudica a memória. E, as pessoas idosas se estressam com mais facilidade.

 

À medida que os idosos (re) descobrem o próprio potencial e se sentem participantes, capazes e engajados, os resultados se tornam visíveis, seja no brilho dos olhos de pessoas que estavam em casa, dependentes, limitadas e desinteressadas ou pelo relato de seus familiares, ou pelas mudanças na vida do idoso.

 

A prática de exercícios é precedida de uma abordagem teórica sobre o papel da saúde e sobre como funcionam os recursos cognitivos que possuímos. Afinal, é mais fácil potencializar uma “máquina” quando entendemos seu funcionamento!

 

 

Texto extraído do Portal IBM

 
 

 

Missão

Promover a eficácia da memória, a expressão de capacidades e a mobilização de potencialidades, através de uma abordagem de excelência, focada na pessoa, para a conquista de vitalidade cognitiva e qualidade de vida.

Visão

Consolidar-se como centro de referência em estimulação cognitiva no Brasil e polo de treinamento profissional a nível nacional e internacional.

Equipe da Oficina

O Espaço

Confira as fotos de nosso espaço:

[pwaplusphp album=”OEspaco”]

Um breve histórico

Falhas de memória – uma das queixas mais frequentes de adultos idosos! Para proporcionar à nossa clientela uma intervenção segura e eficaz, melhorar seu desempenho mnésico, levando-a a conquistar maior qualidade de vida, foi criada a OFICINA DA MEMÓRIA.

Após um ano de estudos, motivamo-nos a organizar em nosso consultório um grupo piloto com adultos acima de 55 anos que desenvolveu o trabalho da Oficina durante dois semestres. Os resultados obtidos, muito ricos e semelhantes àqueles descritos na literatura pesquisada por nós, deram-nos a certeza de que estávamos no caminho certo: constituiu-se, assim, oficialmente a Oficina da Memória – Grupo de Otimização das Funções Cognitivas de Adultos Idosos.

A partir de março de 1991, em nossa sede, na Tijuca, a Oficina da Memória oferece cursos para turmas de 10 a 15 pessoas a cada quatro meses. Trabalhamos os mecanismos de aprendizagem, estimulando as diversas funções cognitivas por meio de jogos, problemas de raciocínio lógico e abstrato, teatralização, desenho e mnemotécnicas.

Logo, adultos mais jovens e também adolescentes – parentes e amigos de nossos alunos – procuraram-nos para participar dos cursos da Oficina, visando alcançar melhor desempenho nas atividades pessoais, escolares e profissionais. A expansão do nosso público-alvo ampliou nosso universo de interesses e estudos. Ao investigar e observar a influência dos diversos fatores na performance de nossos clientes, ultrapassamos os limites da cognição e constatamos que o afeto, a motivação e a criatividade são primordiais na expressão das potencialidades humanas.

Nesta época, profissionais de Recursos Humanos e Treinamento, na busca de novos instrumentos de intervenção, começaram a frequentar nossos cursos; imediatamente, solicitaram-nos “pacotes de treinamento” para serem realizados nas empresas.

Desde agosto de 1993, a Oficina da Memória faz parte do projeto Universidade da Terceira Idade (UnATI) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – uma proposta inovadora e ousada, dirigida pelo Dr. Renato Veras -, destacando-se na área de Educação para Saúde pelo interesse despertado e pelos bons resultados atingidos.

O mergulho na área de pesquisa foi uma consequência natural do ingresso na universidade, onde encontramos apoio, incentivo e orientação para o desenvolvimento de nossos projetos.

Atualmente, a Oficina da Memória é um grupo de estudos e de pesquisa das potencialidades humanas, que se dedica particularmente à otimização de recursos cognitivos de adultos idosos. Na UnATI/UERJ desenvolve trabalhos nas áreas de Ensino, de Extensão e de Pesquisa para pessoas com mais de 60 anos; no setor privado, oferece cursos e atendimento individual para crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Desenvolvemos consultoria em empresas no campo da inteligência humana e na área de ensino para 3ª idade.

Tania Guerreiro e Equipe.

Valores Essenciais

Excelência técnica – Respeito a pessoa – Trabalho em equipe – Compromisso com a qualidade de vida – Aperfeiçoamento contínuo – Crescimento sustentável – Responsabilidade social